24 de novembro de 2015

Foi


Foi súbito.
Percebi o teu sorriso,
do cabelo as curvas
e das mãos as digitais.

Foi devagar.
Baixei a guarda,
esqueci o medo
e te deixei entrar.

Foi apaixonado.
(mas isso eu
guardo só
pra mim)

Foi nosso.
Nossas piadas,
momentos,
risadas.

Gradativo.
Distância
Figurada
Literal

Abrupto.
Sem mais piadas.
Momentos.
Risadas.

Devastador.
Noites em claro.
Lágrimas infindáveis.
Tentativas falhas de amnésia.

Agora, no pretérito perfeito,
(aquilo que está terminado)
só e sem adjetivos,
foi.

4 comentários:

  1. Ahhh, que amor! Adorei adorei <3 Já quero mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Que poema lindo! Você escreve muito muito bem, parabéns. :)

    www.arrasandodeallstar.blogspot.com

    ResponderExcluir